OLÁ AMIGAS (OS) !!!

OLÁ AMIGAS (OS) !!!

APOSTILAS DISPONÍVEIS

Amigas, tenho algumas apostilas para venda: a nº 1 e nº 2 de DOCES (sem açucar) e a nº 1 de SALGADOS LIGHT.
Se tiverem interesse em adquiri-las , entre em contato comigo que darei todas as explicações.

segunda-feira, 25 de agosto de 2008

ALIMENTAÇÃO EQUILIBRADA

ALIMENTAÇÃO EQUILIBRADA

COMO DEVO COMER?
Uma alimentação equilibrada é aquela que contém todos os nutrientes: carboidratos ou açucares, proteínas, gorduras, sais minerais, vitaminas, fibras vegetais e água.
COMO COMPOR UMA ALIMENTAÇÃO EQUILIBRADA?
Incluindo em todas as refeições um alimento de cada grupo alimentar:
Energéticos
Fontes de Carboidratos (Glicose): cereais, como arroz, milho, trigo, aveia, centeio, cevada e seus produtos (farinhas, pipoca, pão, macarrão, massas, biscoitos) e tubérculos como batata, batata-doce, mandioca, mandioquinha, cará, inhame.
Fontes de Gorduras: óleos vegetais, margarina, frutas oleaginosas, (amendoim, nozes, castanhas, avelãs, amêndoas).
Construtores
Fontes de proteínas: carnes de boi, aves, peixes, frutos do mar, ovos, leite, queijos, iogurte, coalhada, leguminosas como feijões, lentilha, grão-de-bico e soja.
Reguladores:Fontes de vitaminas: sais minerais, fibras vegetais e água: verduras, legumes e frutas.
VEJA COMO COMPOR UMA REFEIÇÃO EQUILIBRADA:
Arroz = Energético
Feijão = Construtor
Frango Assado = Construtor
Salada de Alface, Tomate ou Pepino = Reguladores
Laranja = Regulador
Óleo para o preparo = Energético
DOIS ALIMENTOS DE CADA GRUPO

UM LANCHE OU CAFÉ DA MANHÃ
Leite = Construtor
Pão = Energético
Mamão = Regulador
UM ALIMENTO DE CADA GRUPO

1-O equilíbrio nas refeições garante boa nutrição e melhor controle da glicemia.
2-Fracione os alimentos em várias pequenas refeições.
3-Insulinos-dependentes devem ajustar o horário e as quantidades de alimentos ao seu esquema de insulina.
4- Os não-insulino-dependentes devem fazer no mínimo 4 refeições diárias.
ISTO FACILITA O APROVEITAMENTO DOS NUTRIENTES E POSSIBILITA GLICEMIAS MENORES APÓS AS REFEIÇÕES.

ESTEJA ATENTO AO CONSUMO DESSES ALIMENTOS:
Fibras Vegetais: São nutrientes importantes para a saúde do aparelho digestivo e prevenção de algumas doenças como prisão de ventre, hemorróidas, gastrite, colite e mesmo os tumores do aparelho digestivo.Colaboram para controlar os níveis de gordura no sangue (colesterol e triglicérides) e de glicose, evitando glicemias muito altas.Fibras macias são responsáveis pelo menor aproveitamento da glicose e das gorduras durante a digestão. Os alimentos que oferecem estas fibras são:
Leguminosas (feijões, ervilhas, lentilha, grão-de-bico e soja);
Cascas e bagaços de frutas;
Legumes e verdura;
Aveia e cevada
INCLUA ESTES ALIMENTOS EM SUAS REFEIÇÕES.
Gorduras e Colesterol: O alto consumo de gorduras favorece o aumento dos seus níveis no sangue e de doenças decorrentes disso.
REDUZA O CONSUMO DE GORDURAS EM GERAL.Prepare os alimentos em óleos vegetais, como os de soja, arroz, girassol, gergelim, canola ou oliva.Evite carnes gordas, embutidos, queijos gordos, creme de leite, maionese e manteiga. Estes cuidados preventivos poderão evitar complicações do Diabetes.
Sódio: Largamente encontrado no sal de cozinha, alimentos industrializados e de origem animal, o sódio é um componente importante para o desenvolvimento da hipertensão arterial (pressão alta) e, portanto, deve ser consumido com moderação.
1-Reduza a adição de sal no preparo de alimentos.
2-Evite adicionar sal ao alimento já preparado. Tire o saleiro da mesa.
3-Evite temperos e molhos industrializados, que contenham sal como conservante. O mesmo é válido para os alimentos em conserva.
4-Prefira temperos e alimentos frescos e congelados. Abuse de ervas aromáticas, alho, cebola e cheiro verde.
5-Alguns adoçantes à base de sacarina e ciclamato contêm alto teor de sódio. Não abuse do adoçante e de outros produtos dietéticos.
Se não houver qualquer outro problema de saúde, associado ao diabetes, não será necessário o uso de sal hipossódico ou dietético. Açucares (refinado, cristal e mascavo), mel, doces, refrigerantes contribuem de forma acentuada para o descontrole da glicemia. O ideal é evitar esses alimentos. O álcool também contribui para o descontrole da glicemia. Produtos dietéticos devem ser consumidos sob orientação do nutricionista ou médico. Verifique na embalagem se o produto é indicado para diabéticos.
CONSULTE UM NUTRICIONISTA E SEU MÉDICO
Fonte: NovoNordisk

segunda-feira, 4 de agosto de 2008

ORQUIDEA - PRESENTE

Amigas
Hoje fiquei muito feliz.
Meu filho Marcello me trouxe de presente esta linda orquidea.
Quis mostra-la para voces.Não é linda mesmo?
Não sei a espécie dela. Se alguém souber, por favor me digam.

BOLO DE BANANA DIET LIGHT D.NOEMIA

Receita preparada no Programa Mulher.Com na TV Sec 21 no dia 04 /08/08



Rita Maria e "eu"
Bolo de banana diet light D. Noemia

Ingredientes da massa:
2 bananas nanicas maduras
1 ½ colher (sopa) rasa de multiadoçante à base de stevia
2 ovos inteiros
1 ½ xícara (chá) de farinha de trigo
1 pitadinha de sal
½ xícara (chá) de óleo
1 colher (sobremesa) de fermento em pó
½ xícara (chá) leite desnatado (se a massa ficar um pouco dura)

Recheio:
2 bananas em fatias ou rodelas

1 colher (sobremesa) canela em pó
1 colher (sopa) adoçante (usado na mesma proporção do açúcar)
Misture o adoçante e a canela. Reserve.

Farofinha:
¼ xícara (chá) de farinha de trigo
1 colher (sobremesa ) rasa de canela em pó
1 colher (sopa) de margarina light em temperatura ambiente
1 colher (sopa) de multiadoçante à base de stevia
Misture todos os ingredientes até formar uma farofa.

Preparo da massa:
Bater no liquidificador as bananas, os ovos, o adoçante, sal e o óleo.
Em um recipiente à parte, coloque a farinha e o fermento.
Acrescente os ingredientes batidos no liquidificador e misture bem.
Se necessário acrescente o leite.
A massa fica macia.
Em uma forma de anel (20 cm) untada com margarina ligh e enfarinhada, coloque metade da massa. Sobre ela polvilhe a canela e adoçante do recheio. Por cima espalhe as bananas em fatias. Polvilhe novamente a canela e o adoçante.
Espalhe o restante da massa.
Por cima, a farofinha.

Leve ao forno frio e asse em temperatura média (180ºC) até que enfiando um palito esse saia limpo.

Dicas:
Substitua as bananas por maçãs.
Acrescente nozes ou chocolate diet em barra ou amendoim ou goiabada diet ,todos picadinhos.







sexta-feira, 1 de agosto de 2008

Mensagem aos amigos


PARTICIPAÇÃO NO PROGRAMA MULHER.COM

Olá amigas

Convido vocês a assitirem no dia 04/ 08/ , 2ª feira , às 14,30h, o programa Mulher.com da TV Século 21, onde estarei participando do quadro Bom Sabor.
Vou preparar um delicioso Bolo de banana da D. Noemia, sem açucar, para quem não pode ou não quer consumir açúcar.No final de julho fui, junto com a família passar alguns dias em Campos do Jordão , na Colonia dos Despachantes Aduaneiros de Santos.
Lá, no café da manha, D. Noemia (do restaurante) preparava este bolo (entre outros também muito gostosos), que todos achavam muito bom....
Não resisti e pedi a receita.Como o bolo que comíamos era com açucar, transformei-o em diet.
Espero que gostem da receita e depois me digam o que acharam, tá?
O Mulher.Com é um programa de entretenimento com muitas variedades: culinária, vários tipos de artesanato, entrevistas e mais....
A apresentadora é Rita Maria que conduz o programa com segurança e simpatia.
Vejam
AQUI se a TV Século 21 é retransmitida para sua cidade.
Espero voces
!

CUIDADO!!! RISCO À SAÚDE COM 10% DE PESO A MAIS

Os quilos ganhos no inverno são, na grande maioria dos casos, inofensivos, e muitos conseguem eliminá-los antes mesmo da chegada do verão.

Há um grupo de pessoas, no entanto, que deve ficar atento para os riscos que eles podem trazer à saúde.É o caso, por exemplo, de que tem antecedentes de diabetes tipo 2 na família. "Se há uma predisposição genética, a pessoa deve ficar mais atenta. Principalmente se ela já estiver com sobrepeso.

Nesses casos, um pequeno aumento pode ser suficiente para colocá-la na faixa da obesidade e alavancar as chances de ela desenvolver diabetes", explica o endocrinologista Antônio R. Chacra.

Um estudo feito pelo Nurses" Health Study, publicado em 2001 no "New England Journal of Medicine", mostra que o risco de uma mulher obesa desenvolver diabetes tipo 2 é até 20 vezes maior do que o verificado em uma com IMC (índice de massa corporal) classificado como normal.

Quem já está com o IMC na faixa de sobrepeso deve tomar cuidado.

Segundo dados da Organização Mundial da Saúde, a obesidade e o sobrepeso implicam um maior risco no desenvolvimento de doenças perigosas como alto colesterol e triglicérides, hipertensão e até alguns tipos de câncer, além de diabetes tipo 2.
"Um aumento de cerca de 10% do peso já pode trazer risco de alterações metabólicas. Mas isso vale para uma minoria de pessoas.

Não se compara, claro, com os riscos da obesidade", diz Mário Carra, da ABESO.

Para calcular o IMC basta dividir o peso pela altura elevada ao quadrado (IMC = peso (kg) / altura2 (m)).Se o resultado der entre 18,5 e 24,9, o IMC está normal. Se der entre 25 e 29, indica sobrepeso. Acima de 30 entra na classificação de obesidade, que se divide em três níveis.
Outra maneira de identificar quando o excesso de peso está perigoso é medindo a circunferência abdominal.

Em homens, uma circunferência maior que 102 cm já representa um risco de desenvolver doenças relacionadas à obesidade.

Em mulheres a medida é 88 cm, segundo o Centers for Disease Control and Prevention, do governo dos Estados Unidos.

Fonte: Folha de São Paulo